sexta-feira, 28 de junho de 2013

Papo de Crente : Quando temos de esperar.

Postado por Innara Araújo às 6/28/2013 08:19:00 PM

Depois dessas coisas o Senhor falou a Abrão numa visão: "Não tenha medo,Abrão! Eu sou o seu escudo;grande será a sua recompensa!". Mas Abrão perguntou: "Ó Soberano Senhor,que me darás,se continuo sem filhos e o herdeiro do que possuo é Eliézer de Damasco?". Gênesis 15.1-2
Você não é quase capaz de ouvir irritação na voz de Abrão?"Deus,obrigado por seres meu galardão. Mas... O que realmente desejo é que cumpras tua promessa. Quero um filho!".
Deus prometera a Abrão uma porção de descendentes quando ele tinha 75 anos (Gn12.4). Ele teria 100 anos quando Isaque finalmente nasceu (Gn 21.5). Isso significa que Abrão e Sarai esperaram 25 anos para a promessa. Não sabemos quanto tempo Abrão já aguardava nesse ponto da história,mas a Bíblia diz que ele tinha 86 anos quando Ismael nasceu (Gn. 16.16),portanto,podemos imaginar que essa conversa entre Deus e Abrão ocorreu na primeira década depois da promessa.
Por quanto tempo você espera pelas respostas às suas orações? Uma semana é demais? E um mês? Esperar durante um ano parece estar além da nossa capacidade. Ver que Abrão esperou por um quarto de séculos deveria nos dar a esperança para aguardar as respostas a nossas orações.
Abrão poderia ter desistido. (Ao tentar cumprir por si a promessa de Deus,tendo um filho com Agar,ele provocou uma confusão.) Nessa altura da história,porém,ele decidiu crer.
Que resposta de Deus você está esperando? A salvação da família? A restauração de seu casamento? Passar na faculdade? Um emprego? Uma cura? Qualquer que seja o motivo,continue a orar e esperar. Entregue o pedido a Deus e deixe-o operar em seu tempo. A resposta valerá a espera. 


0 comentários:

Postar um comentário

 

Entre amores e livros Copyright © 2012 Design by Amanda Inácio Vinte e poucos